Conteúdo de Estética da Música contemporânea em três currículos de graduação em Música na Educação a Distância

Patrícia Lakchmi L. Mertzig Gonçalves de Oliveira, Luciana Carolina Fernandes de Faria

Resumo


Na transição do século XIX para o século XX, emerge uma nova forma de compor, interpretar e apreciar música, recolocando sua função social enquanto arte, bem como a função do compositor, do intérprete e do ouvinte. Esta nova estética musical, chamada de música contemporânea, que é produzida, sobretudo, com o suporte de novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), faz-se um importante aspecto a ser considerado na formação do educador musical. Paralelamente a essa questão, a Educação a Distância, que hoje no Brasil tem se firmado como uma opção bastante democrática de acesso aos cursos de graduação e ao saber, também se utiliza das TIC como meio de viabilizar o conhecimento. Assim, o presente artigo visa analisar o currículo de cursos de graduação em música na modalidade a distância oferecidos por três instituições brasileiras, UNB/UAB, UFSCar e UFRGS, e identificar a presença de conteúdos ligados à estética da música contemporânea. Essa corrente artística, além de ter o ambiente virtual de aprendizagem como meio favorável para seu desenvolvimento, pode contribuir na formação do educador musical por utilizar de forma criativa e rica o ciberespaço e as tecnologias computacionais.

Palavras-chave


Estética da música contemporânea; Educação a Distância; Formação de professores

Referências


ALVES-MAZZOTTI, A. J.; GEWANDESZNAJDER, F. O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. São Paulo: Pioneira, 1999.

CANDÉ. R. História Universal da Música. Tradução Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 1994. v. 1.

COUCHOT, E. A arte pode ainda ser um relógio que adianta? O autor, a obra e o espectador na hora do tempo real. In: DOMINGUES, D. (Org.). A arte no século XXI: a humanização das tecnologias. São Paulo: Editora da Unesp, 1997. p. 135-143.

DOMINGUES, D. Introdução à humanização das tecnologias pela Arte. In: DOMINGUES, D. (Org.). A arte no século XXI: a humanização das tecnologias. São Paulo: Fundação Editora da Unesp, 1997. p. 15-30.

GOHN, D. M. Educação Musical a Distância. Abordagens e Experiências. São Paulo: Cortez, 2011.

GOHN, D. M. Tecnofobia na música e na educação: origens e justificativas. Opus, Goiânia, v. 13, n. 2, p. 161-174, dez. 2007.

LEVY, P. As tecnologias da inteligência. O futuro do pensamento na era da informática. Tradução Carlos Irineu da Costa. Rio de Janeiro: Ed. 34, 1993.

LEVY, P. Cibercultura. Tradução Carlos Irineu da Costa. 3 ed. São Paulo: Ed. 34, 2010.

UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL; UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS [UAB-UFSCAR]. Educação Musical. Matriz curricular com a especificação de número de créditos 2010 e 2011. Disponível em: . Acesso em: 24 nov. 2014.

UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL; UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS [UAB-UFSCAR]. Projeto Pedagógico. Curso de Licenciatura em Educação Musical. Para as turmas ingressantes a partir de 2010. Modalidade Educação a Distância. Disponível em: . Acesso em: 24 nov. 2014.

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA [UNB]. Diretoria de Ensino de Graduação a Distância. Disponível em: . Acesso em: 24 nov. 2014.

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA; UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL [UNB/UAB]. Disciplinas da Estrutura Curricular. Música. Disponível em: . Acesso em: 24 nov. 2014.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL [UFRGS]. Currículo Licenciatura em Música - Ensino a Distância. Disponível em: . Acesso em: 24 nov. 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 InFor

       

InFor - Inovação e Formação - Revista do Núcleo de Educação a Distância da Unesp by IEP³ - Unesp e Reitoria da Unesp is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Todos os direitos reservados ao Instituto de Educação e Pesquisa em Práticas Pedagógicas (IEP³), à Unesp e seus autores.

Based on a work at ojs.ead.unesp.br

infor.nead [arroba] unesp.br

ISSN 2525-3476