Saberes docentes para atuação na sala de recursos de alunos com deficiência visual

Marly Kamiyama Moraes, Cláudio Silvério da Silva

Resumo


Este artigo representa uma pesquisa desenvolvida para o curso de Especialização em Educação Especial: Área de Deficiência Visual, desenvolvido pelo Núcleo de Educação a Distância, da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”. Considerando a importância do professor no processo de inclusão educacional de estudantes público-alvo da Educação Especial, o objetivo desta pesquisa foi levantar os saberes docentes de três professoras que realizam atendimento em salas de recursos de escolas da rede estadual paulista junto a estudantes com deficiência visual. Devido à sua natureza foi adotada a pesquisa de abordagem qualitativa e se utilizou a técnica da entrevista semiestruturada para a coleta de dados. Por meio dos relatos, foi possível verificar que os saberes disciplinares adquiridos na formação acadêmica influenciam as práticas pedagógicas e os saberes experienciais favoreceram a intervenção e o aprimoramento profissional. No entanto, alguns cursos de formação inicial e continuada, segundo as participantes, nem sempre oferecem contribuições significativas para a atuação docente nessa área. Diante dessas observações, ressaltamos a necessidade de se avaliar a estruturação desses cursos, levando em consideração a realidade da prática docente, para que formações sejam oferecidas de maneira que realmente atendam às necessidades profissionais.


Palavras-chave


Educação Especial; Sala de Recursos; Saberes Docentes; Atendimento Pedagógico Especializado; Deficiência Visual.

Texto completo:

PDF RESUMO.MP3 COMPLETO.MP3

Referências


BRASIL. Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, v. 134, n. 248, 23 dez.1996. Disponível em: https://goo.gl/y1BvBy. Acesso em: 23 nov. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais. Diretoria de Estatísticas Educacionais. Resultado do Censo da Educação Básica 2009. Brasília, 2009. Disponível em: https://goo.gl/BchBzK. Acesso em: 30 nov. 2017.

CONTRERAS, J. A autonomia de professores. São Paulo: Cortez, 2002.

LAVILLE, C.; DIONNE, J. A construção do saber: Manual de metodologia da pesquisa em ciências humanas. Porto Alegre: Artes Médicas, 1999.

MASINI, E. F. S. O perceber de quem está na escola sem dispor da visão. São Paulo: Cortez, 2013.

MAZZOTTA, M. J. S. Educação Especial no Brasil: História e políticas públicas. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

MAZZOTA. M. J. S. A inclusão e integração ou chaves da vida humana. In: CONGRESSO IBERO-AMERICANO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, DIVERSIDADE NA EDUCAÇÃO: DESAFIO PARA O NOVO MILÊNIO, 3., 1998. Disponível em: https://goo.gl/VE3pkU. Acesso em: 30 nov. 2017.

NUNES, C. M. F. Saberes docentes e formação de professores: um breve panorama da pesquisa brasileira. Educação & Sociedade, Campinas, Ano XXII, n. 74, p. 27-42, abr. 2001. Disponível em: https://goo.gl/VwAFB4. Acesso em: 23 nov. 2017.

PIMENTA, S. G. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In: PIMENTA, S. G. (Org.). Saberes pedagógicos e atividade docente. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2009. p. 15-34.

PRIETO, R. G. Formação de professores para o atendimento de alunos com necessidades educacionais especiais: diretrizes nacionais para a educação básica e a educação especial. In: SILVA, S.; VIZIM, M. (Org.). Políticas públicas: educação, tecnologias e pessoas com deficiências. Campinas: Mercado de Letras: Associação de Leitura do Brasil (ALB), 2003.

PRIETO, R. G. Atendimento escolar de alunos com necessidades educacionais especiais: um olhar sobre as políticas públicas de educação no Brasil. In: ARANTES, V. A. (Org.). Inclusão escolar: pontos e contrapontos. 3. ed. São Paulo: Summus, 2006.

PUENTES, R. V.; AQUINO, O. F.; QUILLICI NETO, A. Profissionalização dos professores: conhecimentos, saberes e competências necessários à docência. Educar, Curitiba, n. 34, p. 169-184, 2009. UFPR. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/er/n34/10.pdf. Acesso em: 23 nov. 2017.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria da Educação. Resolução SE Nº 61, de 11 de novembro de 2014. Dispõe sobre a Educação Especial nas unidades escolares da rede estadual de ensino. São Paulo. 2014. Disponível em: https://goo.gl/cY4wLE. Acesso em: 21 nov. 2015.

SILVA, C. S. A Educação Física Adaptada no contexto de formação profissional: implicações curriculares para os cursos de Educação Física. 2011. 133 f. Dissertação (Mestrado em Pedagogia da Motricidade Humana) – Instituto de Biociências, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Rio Claro, 2011. Disponível em: https://goo.gl/pXzMSz. Acesso em: 23 nov. 2017.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. Petrópolis: Vozes, 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 InFor

             

InFor - Inovação e Formação - Revista do Núcleo de Educação a Distância da Unesp by IEP3 - Unesp e Reitoria da Unesp is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Todos os direitos reservados ao Instituto de Educação e Pesquisa em Práticas Pedagógicas (IEP3), à Unesp e seus autores.

Based on a work at ojs.ead.unesp.br

infor.iep3 [arroba] unesp.br

ISSN 2525-3476