Avaliação na educação a distância: um estudo investigativo no curso de pedagogia UEPA/UAB – Polo Cametá

Damaris Botelho da Costa, Benilda Miranda Veloso Silva, Joao Batista do Carmo Silva, Rodolpho Claret Bento, Geanice Raimunda Baia Cruz

Resumo


O presente trabalho versou sobre a avaliação na educação a distância. O objetivo foi investigar como se dá o processo avaliativo na educação a distância no Curso de Pedagogia da UEPA/UAB – Polo Cametá. A pesquisa realizada foi qualitativa, com procedimento técnico do Estudo de Caso, cujos instrumentos de coleta de dados utilizados foram os questionários elaborados no recurso digital Google Forms, incluindo perguntas de múltipla escolha e também respostas longas e curtas, aplicados a 02 tutores e 20 alunos do Curso, além de entrevista semiestruturada com um tutor e um aluno. Na análise dos dados, foram exploradas as respostas dos sujeitos e a plataforma utilizada pelo tutor para avaliar, comunicar e monitorar os alunos nas atividades. O estudo chamou a atenção no que diz respeito à utilização das plataformas e de outros recursos online, que servem para avaliar, contudo, os resultados gerais, apesar de diversas interfaces de registro disponíveis, tais como: chat, fóruns, Moodle (importantes para a interação, comunicação e avaliação na educação a distância em tempo real) ainda são poucos utilizados, seja pelo precário acesso à internet ou pela necessidade dos textos escritos, tanto na forma presencial como aqueles postados na plataforma, esta que é uma interface assíncrona, ou seja, não precisa que o tutor e o aluno estejam conectados em tempo real.

 


Palavras-chave


Educação a Distância; Avaliação; Pedagogia

Texto completo:

PDF

Referências


BELLONI, M. L. Educação a distância. 7. ed. Campinas: Autores Associados, 2015.

BELLONI, Maria Luiza. Educação a distância. Campinas: Autores Associados, 1999.

KENSKI, V. M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. 2. ed. Campinas, SP: Papirus, 2004.

LITWIN, E. Educação a distância: temas para o debate de uma nova agenda educativa. Porto Alegre: Artmed Editora, 2001.

LUCKESI, C. C. Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições. 12. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

LUDKE, M.; ANDRÉ, M.E.D.A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 2012.

MORAES, S. B. A. Notas sobre a avaliação da aprendizagem em educação a distância. EaD em Foco, Santa Maria, v. 4, n. 2, p. 12-30, 2014. Disponível em: https://eademfoco.cecierj.edu.br/index.php/Revista/article/view/229/221. Acesso em: 17 dez. 2020.

MORAN, J. M.; MASETTO, M. T.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas, SP: Papirus, 2000

NEVADO, R. A.; BASSO, M. V.; MENEZES, A. S. Webfólio: uma proposta para avaliação na aprendizagem. Conceitos, estudos de casos e suporte computacional. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO, 15., 2004. Manaus. Anais do SBIE ... Manaus: UFAM. Disponível em: https://www.br-ie.org/pub/index.php/sbie/article/view/331/317. Acesso em: 17 dez. 2020.

PAIVA, V. M. O. Ambientes virtuais de aprendizagem: implicações epistemológicas. Educar em Revista, Belo Horizonte, v. 26, n. 3, p. 353-370, 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/edur/v26n3/v26n3a18.pdf. Acesso em: 17 dez. 2020.

PAIVA. V. L. M. O. Feedback em ambiente virtual. In: LEFFA, V (Org.). Interação na aprendizagem das línguas. Pelotas: EDUCAT, 2003. P. 219-254. Disponível em: http://www.veramenezes.com/feedback.htm. Acesso em: 17 dez. 2020.

PRETI, O. Educação a distância: fundamentos e políticas. Cuiabá: EdUFMT, 2009.

SCHIER, S. A. B. A concepção de linguagem utilizada no Sistema EaD-Unitins. 2008. 137f. Dissertação (Mestrado em Linguística). Universidade de Brasília, Brasília, 2008. Disponível em: https://repositorio.unb.br/bitstream/10482/6374/1/2008_SilveriaAparecidaBSchier.pdf. Acesso em 17 dez. 2020.

TRIVINOS, A. W. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais. São Paulo: Atlas, 1987.

VALENTE, J. A. Informática na educação no Brasil: análise e contextualização histórica. In: VALENTE, J. A. (Org.). O computador na sociedade do conhecimento. Campinas: UNICAMP/NIED, 1999. p. 1-13.

VALENTE, J. A. Informática na educação: confrontar ou transformar a escola. Perspectiva, Florianópolis, n. 24, p. 41-49, 1995. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/perspectiva/article/view/10703/10207. Acesso em: 17 dez. 2020.

VASCONCELLOS, C. S. Avaliação: concepção dialética libertadora do processo de avaliação escolar. 15. ed. São Paulo: Libertad, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 InFor

             

InFor - Inovação e Formação - Revista do Núcleo de Educação a Distância da Unesp by IEP3 - Unesp e Reitoria da Unesp is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Todos os direitos reservados ao Instituto de Educação e Pesquisa em Práticas Pedagógicas (IEP3), à Unesp e seus autores.

Based on a work at ojs.ead.unesp.br

infor.iep3 [arroba] unesp.br

ISSN 2525-3476